15 de jan de 2014

Dica: Desapegando



Quando eu e o marido decidimos morar juntos, fui tomada por uma ansiedade louca que me levou a sair em busca de móveis para a nova casa como se não houvesse amanhã. O resultado disso foi uma sala que nunca conseguiu manter as pessoas confortavelmente sentadas por mais de 5 minutos e uma clara percepção de que meu forte não é decoração.

Ficamos assim desde então, recebendo os amigos na cozinha, até que descobri o maravilhoso mundo dos sites de classificados e venda de produtos usados. Sites deste tipo para vender carros e casas são bem comuns, mas de uns tempos para cá começaram a surgir várias opções para venda de móveis, roupas e objetos de decoração.

Eu comecei a onda de desapego vendendo roupas e sapatos no Enjoei, que é uma espécie de brechó virtual. A especialidade deles é venda de roupas, mas lá tem de tudo para meninos e meninas. Apesar de cobrarem uma taxa de publicação + 20% do valor do produto, acaba valendo a pena pela ampla exposição e pelo público descolado que consome no site. Eu consegui vender um monte de roupas e sapatos que estavam naquele limbo que a gente cria para as peças que a gente nunca vai usar mas estão boas demais para serem doadas. Agora eu só compro coisas novas depois de vender as antigas!




Já para a venda de coisas mais caras, como mobília, eu prefiro sites de classificados como OLX ou Bomnegócio.com.  Neles, o anunciante não tem nenhum vínculo com o site, e os anúncios não são cobrados. Toda a negociação é feita entre comprador e vendedor, e o site apenas publica o conteúdo. Atualmente os dois anunciam na televisão e por isso estão bombando, o que é ótimo para quem vai vender, pois é sinônimo de mais exposição do seu produto. É claro que eles também possuem anúncios patrocinados e de empresas, mas é possível encontrar boas ofertas em ambos (para quem está pensando em redecorar gastando pouco é uma ótimo opção).

Assim que conseguir vender meus móveis, vou começar a procurar um tapete e uma poltrona para tornar minha sala mais aconchegante. Só que desta vez, sem ansiedade.